terça-feira, 27 de dezembro de 2011

É Amor!

O amanhecer em mim,

suspira pela sua presença.

O pensar em você é constante,

mesmo que distante,

mesmo que tão próximo,

me fere a alma.

Quero sentir o único perfume,

o único abraço,

o toque que chega e muda a minha vida e

me retira o ar.

Seu olhar me faz falta!

Quanto me arrasta a procurar...

Quanto me consome em buscar...

As faces que vejo não encontro a sua...

Os sorrisos nas ruas não são seus...

Os meus braços pedem por você.

O meu coração dispara

e meus sonhos se realiza em você.

Escute...

O que sinto por você é

Amor.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

"Giba - A abelhinha"

Uma criança nasceu em uma cidadezinha do interior, sua família muito pobre, não tinha dinheiro para lhe presentear nos dias de festas.
De olhos atentos a menina Giba Abelhinha, não deixava a sua memória, mesmo sem brinquedo, perder o sentido de brincar.
A menina como de costume, ai ao armazém todos os dias, corria para comprar pão, sempre disposta e de chinelo quebrado, consertado com grampo de cabelo, não tinha medo do chão tocar.
O não, para ela não tinha, somente dizia: - Vou já!
No caminho seus olhos alcançava, o que não podia a sua família lhe dar.
Todos os dias sua Mãe lhe pedia: - Vai minha filha comprar!
O pão já sabia, a quantia não esquecia, pois ia pelo caminho a contando e cantando até chegar.
- Um para o Genaldo e mais um para a Mariana dois, três com o Fabinho, quatro com o Luís Mauricinho, cinco com o Andrey, seis com o Samarone que divide com a Thais, sete comigo que divido com a Andressa, e o do Andrezinho menininho da rua, que a mamãe não pode nem pensar, são oito pãozinho, e como será que o Andrezinho está? Cheio de fome ou de piada para contar.
Assim era a vida da Giba Abelhinha que percorria as ruas a cantar ...Oito pãozinho...oito pãozinho...oito pãozinho...preciso comprar...preciso levar...oito pãozinho...
O que ninguém sabia, é que um grande segredo tinha, que jamais pensava em revelar.
O menino Andrezinho conheceu nas ruas, não pensou em nada, apenas todos os dias, o pão lhe entregava e o sorriso ganhava, acompanhado de uma piada que sentava para escutar, em nenhum momento se arrependeu e todos os dias entregava o pau que era seu.
Dormia contente a menina Giba Abelhinha, e novamente, quando o dia amanheceu mais um dia a Giba Abelhinha correu, para logo o pão comprar, era dia das crianças e sua Mãe de surpresa guardava um bolo para dar uma festa à todos, a menina não entendeu, logo pediu o dinheiro, e sua Mãe lhe disse: - Hoje, não precisa, pois vão ter uma surpresa!
Pensativa ficou, entristecida se tornou, por não saber como ficaria o seu amigo da rua sem pão.
Sua Mãe, logo percebeu, e perguntou-lhe o que aconteceu.
Com medo de deixar seu amiguinho com fome, contou tudo para sua mãe, que depressa chamou todos e juntos foram buscar o amigo, Andrezinho, que no dia das crianças, se tornou seu.
A Giba abelhinha sorriu para sempre, pois sua Mãe lhe disse que o seu amigo podia ficar, e isso, era o melhor presente que uma criança podia ganhar.
A lição de vida é sempre dividir com coração humano o amor que se tem, a todo momento sem esperar grandes presentes, sem ter dia para ninguém esperar.
Afinal, a necessidade é diária, ela não espera, ela fala e toca quem se deixa tocar.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Geraldo Cruz

O contrário contrariado ficou
sem medo denunciou ao mundo
o que a indignidade em seu coração tocou
enfrentou pesadelos de um povo sofrido
destemido provou que a honestidade não é um sonho distante
Que a mudança acontece quando juntos acreditamos nela
levantou poeira e devastou a corrupção
mudou o pensamento da população
conquistou um povo que agora seu se tornou
Não abandonou.
Não desanimou.
Coragem é a sua bandeira.
Continuamos a dizer....
Nesse eu acredito ...
Nesse eu boto fé...
Geraldo Cruz faz a diferença.
Geraldo...obrigado, por tudo que fez e continua fazendo por nossa Cidade e em nosso Estado...PARABÉNS - Lucilene

sábado, 27 de agosto de 2011

A Rosa escolhida

Meu diamante lapidado

Meu tesouro escondido do mundo roubado,

Retirada sem vida ...fui escolhida

para teus braços estar.

Sou a rosa nascente

que os seus olhos

jamais pensou avistar.

Te trago o cheiro das flores

na necessidade de sempre ao seu lado poder ficar.

Não vejo seu cavalo de príncipe

Nem coroa de Rei

Vejo em seus olhos a marca de Deus

que a Ti me escolheu

quando uma rosa lhe deu.

Os nossos olhos

se encontrou

e agora com a rosa selou

o desejo da vida

totalmente

decidida pelo Amor.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

PRIORIDADE ABSOLUTA

Sou a sua responsabilidade
Sou a sua omissão
Encontrei outra forma de lhe chamar a atenção
Meus direitos não encontro
não me vem ao encontro do meu desejo
da minha realidade sofrida
não vejo mais o palhaço sorrindo pra mim
a música viola minha infância
minhas brincadeiras hoje são geradas de comandos
armando para sobreviver.
Meus pais perderam o sentido da criação
talvez alguém os deixou primeiro
os esqueceram em algum lugar
num canto qualquer da pobreza
Esqueceram que podemos de alguma forma falar
pedir atenção de quem não nos oferece um chão para pisar
Pensem...Reflitam...vocês não tem o Direito de marginalizar...
de ofender...de discriminar ...o chão que vocês mesmo me deram
agora intelectos ...estudiosos da Infãncia e da Juventude...
Não me retirem a vida ...
o direito de proclamar como posso..
Eu faço de novo
Sou criança ...Sou adolescente
dados neste País
como Prioridade Absoluta
Me ajude a lutar...
Me defenda...
tenho medo do final da minha história
de nada caminhar
de tudo continuar

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Ajude

Dores ...
Dores...
podemos sentir
Dores...
Dores...
elas vem me invadir ...
A minha dor não
tem endereço.
Disseram que ela tem preço..
só preciso acabar com ela.
Seu moço!
As Dores...
a dor de hoje pode cessar,
mais com o nascer do amanhã, ela me rouba a vida, escondida
na miséria do meu lar.
Acorde moço....e veja!
O que a panela deseja?
O que é de direito...
que meu foi roubado...
arrancado da minha família.
A esperança preciso encontrar
quando comerdes em sua casa
e de mim se lembrar.

Levante-se

Cheguei de longe e vi você
parece triste?
Não chores com dores demais
Não espere sentado
o que você precisa buscar com pressa
Saia desta lerdeza
Desta lamentação sem chão para pisar
Acredite em você
Ajude a você mesmo caminhar
Levante-se agora
e se ponha de pé
Não quero ver você assim
Você é capaz...
Acorde cedo...
Caminhe rumo a esperança
que chega se você caminhar.
Não fique aos choros.
Sorria...o mundo foi feito pra você
e ele será seu se você o conquistar.
Lute!
Mesmo que vozes ao seu lado...
sempre te disser o contrário...
e te impedirem de andar.

Mude

A sua vida terá valor,
quando você descobrir com as suas atitudes,
o quanto você é necessário na vida do outro.
Lucilene Nunes

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Meu Herói ...Meu Pai...

Dos braços os abraços

Que contigo longos dias conquistei

fui travessa e contigo sempre quis estar

minha vida... sua foi

na lição de pai... me prendi

de ser o que seu sonho idealizou

Não é utopia ...ser amada

por um pai

que nem tudo dá

que tudo promete

e tudo diverte

nas histórias de fazer dormir

com saudade relembro

da voz rouca temia

de medo....dizia:

Sei que é papai!

Sou menina!

Sou menino!

Não me importo,

sou o grude mais grudento

não me lamento do sofrimento

que vivemos

o mais importante tínhamos de sobra

a paz de família generosa

de gente simples

que ri

que sonha

que ama e ensina a amar

te agradeço Pai por ter me dado o

mais belo livro...

A sua vida ...

Que me ensina todos os dias

a caminhar ...

"A menina e a lua".

Quero bala e pião

Soltar pipa e balão

Brincar de bolinha de gude

E ouvir a minha mãe gritando de longe

Pra dentro menina...

Ainda é cedo!

Não quero ir.

Quero brincar na memória da minha infância

Que vi passar

Quero tentar encontrar quem ainda se esconde

E quem sabe o viver ...me deixa sentir o quanto ainda ...

Eu posso

desvendar o vento

correndo com o catavento sem ter medo de cair.

Poder olhar a lua que me faz perseguir...

Seu silêncio contemplo, nada digo...nada penso...

Acredito que a lua tem histórias para contar...

Me calo...nada falo ...

Para que um dia ela venha me contar...

O segredo real... eu revelo e espero

que um dia a lua possa levar

no seu brilho a minha história...

pra iluminar a vida de muita gente...

assim serei gente com montão de gente a me olhar.

Nesta semana fiquei com saudades de minha infância, tão alegre que vivi...ouvir a voz da minha mãe, sei que já não posso...e o escrever me permite estar mais perto do amor que sempre sinto por ela...a minha mãe!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Despedida

Eu quis

chegar mais perto da boca que não traduzia as palavras de minh'alma

que não respondia as questões do meu coração

Eu quis

estar mais com você

olhar para seus olhos

parar o tempo

parar o vento

sentir você

Eu quis

dar um abraço

um beijo demorado

na hora da partida

selar a nossa despedida

Eu quis

não ir embora e dizer o adeus

não quis.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Exemplo de vida

O que dizer...em um momento ...

Que a vida sela em seu aprendizado seis décadas de sabedoria.

Não sei quantificar o quanto tens histórias ..

Sei que as fez acontecerem e modificarem com a sua presença...

Na escrita da vida não precisou da necessidade de escrever...

com seu exemplo....

construiu páginas que jamais se apagarão.

Joana é o sol que aquece e nos encoraja para viver.

Joana, é sinônimo de garra de mãe à tia...

não embaraça...

Abraça tudo e a todos com o seu jeito de amar.

O seu olhar fala, não precisa de palavras.

A sua presença é forte e decidida...

nos ajuda e convence... não teme!

Exemplo vivo é Joana que encanta...

Joana que embala.

Joana que agrada.

Joana tem coragem, entra na dança

na mesma canção de vida que vivemos...não tem endereço

Não se importa com o ritmo ...chora junto se for preciso.

Joana é a lição de amar...

A marca que deixa sem falar

Sem tocar

Sem aplaudir

Com o seu jeito..

És amiga..avó ...

Mãe e Tia

A flor mais rara de todas as nossas vidas.

TE AMAMOS...

Fê...Misael....Maila...Vini...João...Léo...Cleusa...Otavio...Vitória...Lucilene e Luana.

Parabéns, Joana pelos seus 61 anos!

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Eu quero

Quero acordar amanhã e não ter nada para fazer....

Quero olhar o sol sem ter nada para dizer ...

Quero abrir as janelas do meu quarto e como no sonho escutar as ondas do mar...

Eu quero...

Quero ver as estrelas no céu deitada na grama com o meu amor do meu lado..

Eu quero...

Quero sentir o doce sabor do beijo molhado...

Do olhar demorado que contempla o seu rosto...

Eu quero...

Quero viajar tantas horas que preciso for para sentir o amor ...

Eu quero...

Quero roubar a cena perfeita e contar a minha história junto com a sua ...

Eu quero...

Quero viver a loucura de não ter a vida controlada pelo tempo...

Dizer olhando aos seus olhos sentindo apenas o vento...

O que o meu coração está dizendo e não me arrependo...

Eu quero...dizer...

que o amor me pegou... na simplicidade da palavra...de conhecer essa pessoa tão rara que me faz ....agora...

Viver...VOCÊ!

Olá, amados (as), se você tem alguém em seu coração precisando ler e sentir essa emoção....mande para quem você ama! Eu deixo...tem a minha autorização! Depois me conte, como foi. bjus - Abraço! Lucilene

sábado, 11 de junho de 2011

FORASTEIRO


Ando pelas estradas da vida
Sinto o cheiro da terra batida pela chuva
Não tenho medo do escuro, não mudo o meu jeito de ser
Gosto da poesia que exala.
Meus sentidos me chamam a caminhar
Não tenho teto...tenho o mundo
Dentro do seu mistério me convida
A andar ...a conhecer os mais doces sabores
Durmo ao vento ..debaixo da árvore
Vejo o sol de manhã cedo, pego minha bagagem e lá se vou pela estrada.
Encontro no caminho de tudo
O respeito me fez hospitaleiro de um
mundo sem destino.
Apenas caminho ...não penso em nada encontrar.
O cheiro da terra ....os olhos na serra
É que me fazem amar...
As quedas d’água que jamais voltarei a ver
fotos não tiro...registro tudo em meu ser
Sou forasteiro do chão ...
do sol fiz meu irmão
A lua minha luz que brilha.
Quem sabe amanhã me levanto
E como o chamar do canto
Me deixo encantar pela moça que vive a galopar pelos matos
Pego carona a cavalo e para o infinito eu aceito
o seu cheiro e me deixo levar.
Forasteiro eu sou ...
Essa é minha sina...não tenho a hora da partida...
O meu coração bate em disparada ...sem nada deixar ...
Nem minha marca por onde eu passar...
Sou eu que me deixo marcar pelas estradas que me transformam
em viajante desta forma de amar.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Namoro ...o que é?

Namorar ...o que é?
Namorar....momento das descobertas...
Namorar...aproximação de dois corações...
Namorar...palavras de carinhos...
Namorar...é o chegar mais de perto ao ouvido e dizer
o que o coração não se engana ...se encanta ...e canta as
mais belas canções de amor...
É o calor do corpo que deseja estar mais perto...mais juntos...sendo um
no beijo...no abraço...no laço que o coração certeiro laçou a outra vida, no sentido de amar e se deixar levar aos abraços ...aos carinhos, realizados por duas pessoas que em um momento único de suas vidas, perceberam que a amizade não mais satisfazia, que o ar não mais cumpria o sentido de respirar ... e que juntos agora são a resposta da inquietude do AMAR...da descoberta do ESTOU AMANDO VOCÊ....
Namoro..
Vem do andar nas pontas do pé...
de mexer o corpo na conquista do outro...
do perfume que registra o encontro...
do olhar no olhar que fala e nada fala...
do tocar que tudo diz...
do falar que nada diz...
de tão confuso
Namoro não é sujo.
Não é mentira.
Não é traição.
É coração puro,
sincero,
honesto,
conquistador de uma pessoa só.
Namoro não é ilusão aos que ainda acreditam.
Namoro é sonho que cai do céu e nasce na vida de quem no céu escolheu para viver.
Então, agora me diga você ...o que é o Namoro?

sexta-feira, 3 de junho de 2011

O navegar do menino

O menino nasceu com uma ferida

Uma ferida rara que ao crescer

Tornou-se chama em sua alma

Aprendeu que a vida não pará

Que o tempo não se preocupa

com a sua ferida...

De talvez buscar a cura ...

Achar uma saída...

O menino aprendeu com a vida, a dor de não ter ...a dor de perder

O que seu nunca foi.

Em seu coração, quantos sonhos ...

Quantas oportunidades, desbravou na conquista de acreditar que podia...

Era só acreditar...

O proprietário da vida, nem mesmo se deu valor..

Jogou com a sua vida...a dignidade de ter uma família!

Atenção não deu....

O consumo louco...nasceu...

E se perdeu ...

Os olhos do menino, não se encheu da emoção óbvia diante da morte...

Do nada que nada tocou...

No seu rosto não se acha o menino...

Que lindo esse menino! ...

Lutou e aprendeu a cantar....

A dançar a canção da vida

Determinado e centrado

É o orgulho da sua única e forte mulher !

Essa que lhe encoraja e juntos

Em alto mar, navega na esperança da vida

Que mesmo sofrida....esquecida...

Se põem a navegar com alegria.

E a ferida?...

Se cura na doação de ser o que é ...

debaixo das bençãos dos céus.

A vida nos presenteia com as mais belas histórias de vida e luta, quando achamos que somos diferentes diante do padrão da sociedade, Deus nos permite conhecer pessoas que tem muito no pouco do que somos. Esse menino, eu conheci, ele é real, viveu uma grande dificuldade com o seu pai, e encontrou na mãe, a sua fonte segura, e se determinou a ser feliz e justo.Talvez, muitos se encontrarão nesta história, se contemple e festeje a graça da superação e determinação em continuar a lutar sempre. Navegue!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Amar

Ficamos sempre a pensar, qual será o dia que o amar chegará ...e baterá em nossas portas.

Pensamos em tanta coisas...sonhamos....nos preparamos para o inesperado, mais quando chega, temos a certeza que estamos despreparados...o que fazer? Meu caro amigo! Não sei!

Talvez dentro da minha cultura poética e desconcertada...eu tenha que retirar todo o moralismo que impregnado em mim estás e mande o amar entrar...dizendo: Seja bem vindo!....Melhor não?! Então, me jogue nos braços...fazendo de conta que tropecei e em seus braços fiquei? Também não?!

A palavra romântica...sabe aquelas frases que colecionávamos quando éramos adolescentes....com todo respeito, aos colecionadores, ainda vivos!

Direi quando o amar chegar... Você é a beleza que meu coração disparou e amou....

Já sei! Não? Não!

O que fazer?

Digo à todos, queridos amantes da vida ...da paixão...do olhar que não se direciona para nenhum outro lugar, a não ser de querer rever aquele olhar...lindo e sincero que brilhante ao sol...lhe disse mil palavras no silêncio da fala

..e dizia...fica...fica mais um pouco...fica!

Mas, o tempo...não espera...não pará com olhar .

Descobri algo importante!

O tempo não tem sentimento...não sabe o que é o amar!

O tempo é um menino espuleta que tem pressa... que não tem pena...de quem descobre...redescobre...que o amar pode chegar...sem esperar...

Você não esperava, não é?

Então, acorde cedo...pule e cante...mais não deixe o amar voltar para trás ...abra a porta agora...não demora...ele veio te encontrar....ele precisa te achar...se abra para o amar e depois me diga, se o tempo, mesmo sendo sem sentimento, ele mesmo não lhe preparou um grande momento!

Deixe se amar!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Sou Puro ...Sou Palhaço...Sou Fracasso?

Minha gente ...vamos lá...a alegria já vai começar!
A tristeza aqui não entra...não pode entrar!
Não a deixe entrar!
Vamos me dê a sua mão.
Vamos pular....
Cantar...
Dançar...
Hoje é o dia de emprestar o sorriso, para quem perdeu.
Dar a gargalhada para quem, hoje, não deu.
Saia desta vida nervosa e corrida!
Deixe a alegria tomar conta da sua vida!
Permita ser tocado com os dedos da folia.
da brincadeira, de pensar onde o anel se perdeu
O encontre...
O anel que foi notícia importante no mundo
do mundo que se esqueceu,
querendo um anel, assim como o seu.
Deve estar escondido...
lembre se onde o escondeu,
pode estar na rua da magoá
atrás da lágrima presa na dor,
que não chora por medo,
de nunca mais achá-lo,
de nunca mais encontrá-lo,
de jamais ver o brilho
que escondido no seu eu,
não percebeu,
que ainda amas
com sofrimento,
amas!
desperta,
o alegria
adormecida!
Te toco o lindo palhaço de cores,
na esperança de ver o mais belo sorriso,
que mesmo sofrido,
aparece em fase na face,
acreditas que ainda pode encontrar a vida,
que perdida não foi...
apenas por um tempo esquecida,
por causa da dor.

Semi-deus

Nossas incertezas nos levam a cavar caminhos imaginários e
difíceis de percorrer, e por mais que encontremos pessoas que nos oriente a
voltar para o caminho correto, tomamos a postura de semi-deus, e de cabeça
erguida caminhamos para o abismo.

Você já parou para imaginar, quantas pessoas já lhe orientou em
sua vida, depois da sua ação de semi-deus, muitas delas olhou para sua derrota
e só faltou aplaudir a sua burrice.

É, em nossas vidas temos muitas oportunidades, mas, apenas um
caminho, lindo assim... como essa imagem, a percorrer, só você pode deixar ele
mais bonito.

Uma vez escutei um história de uma Senhora que todos os dias ao
ir trabalhar jogava sementes pela janela do ônibus, e um dia o rapaz que sempre
lhe observava disse: - Senhora pra que jogar essas sementes? Não nascerão! A
Senhora lhe respondeu: - Meu lindo rapaz, talvez e não as vejam brotar.... mais,
sei o que eu estou fazendo é o certo...você verá!

O tempo passou ..aquela Senhora nunca mais foi vista naquele
ônibus...o rapaz um dia ao sentar-se no banco do ônibus...desligado e
triste...começou a olhar para fora...e lá ....lindas flores coloridas...estavam
espalhadas por todo trajeto...aquele rapaz que em seu rosto havia tristeza, se
alegrou, e assim como aquela Senhora, começou carregar sementes em sua
bolsa, para mudar e melhorar a visão que tem do seu caminho...e melhor, deixá-lo
muito mais belo, para quem nele viesse a percorrer!

Nunca se esqueça..muitas
vezes, somos exemplos para muitas pessoas...o nosso caminho necessita de flores.
Grande abraço - Com carinho.